Preço dos combustíveis diminui movimento nos postos e gasolina chega a R$ 4,69 na fronteira do RS

Petrobras eleva preços do diesel e gasolina nas refinarias a partir de 6a-feira
28/07/2017
Watch Movie Online Female Hostel (2017)
28/07/2017
Mostrar tudo

Fonte: Udop
O aumento no preço dos combustíveis, motivado pela alta de PIS e Cofins anunciada pelo governo federal na semana passada, tem provocado a diminuição de movimento nos postos pelo Rio Grande do Sul. Em Jaguarão, na fronteira com o Uruguai, o litro da gasolina comum chegava a R$ 4,69 nesta quarta-feira (26), o maior preço encontrado no estado.

Moradores da região afirmam que no início da semana estava ainda mais caro, chegando a R$ 4,95. A explicação para o valor elevado está no preço da gasolina no Uruguai. Comerciantes dizem que os moradores do país vizinho cruzam a fronteira para abastecer os veículos.

“Os combustíveis têm uma carga tributária muito alta. Não é muito, mas toda a economia ajuda”, comenta o vendedor uruguaio Andrei Cla.

Em Bagé, na Região da Campanha, os donos de postos de combustíveis estimam que houve uma redução de 15% no movimento. O preço do litro da gasolina varia de R$ R$ 4,39 até R$ 4,49 no município.

“A gente procura colocar o necessário e cortar muitas saídas, muitas voltas, porque senão, não tem quem aguente”, lamenta o comerciante Divaldo Dalbão.

A decisão do juiz Renato Borelli, da 20ª Vara Federal de Brasília, que havia suspendido o decreto que elevou a alíquota de PIS e Cofins sobre a gasolina, o diesel e o etanol foi cassada nesta quarta-feira pelo desembargador Hilton Queiroz, presidente do Tribunal Regional Federal da Primeira Região (TRF1), de Brasília.

De R$ 3,84 a R$ 4,19 na capital

O Programa de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon) de Porto Alegre divulgou uma lista nesta quarta-feira com o ranking dos preços da gasolina comum em 50 postos de combustíveis da capital gaúcha. Os valores variam de R$ 3,84 e R$ 4,19.

Os postos com os menores valores são encontrados na Avenida Getúlio Vargas, nos números 525, 627 e 1066. Os mais caros estão na Avenida Cristóvão de Colombo, número 1867, Avenida Assis Brasil, 9216, e Avenida Ipiranga, 435.

Confira os 10 mais baratos:

Avenida Getúlio Vargas, 627 – R$ 3,84
Avenida Getúlio Vargas, 525 – R$ 3,85
Avenida Getúlio Vargas, 1066 – R$ 3,85
Avenida Farrapos, 440 – R$ 3,88
Avenida Assis Brasil, 363 – R$ 3,91
Avenida Assis Brasil, 7631 – R$ 3,91
Avenida Assis Brasil, 516 – R$ 3,91
Avenida Assis Brasil, 3248 – R$ 3,91
Avenida Benjamin Constant, 766 – R$ 3,93
Avenida Aparício Borges, 2963 – R$ 3,96

Confira os 10 mais caros:

Avenida Ipiranga, 435 – R$ 4,19
Avenida Assis Brasil, 9216 – R$ 4,09
Avenida Cristóvão Colombo, 1867 – R$ 4,09
Avenida Borges de Medeiros, 2205 – R$ 3,99
Avenida Farrapos, 265 – R$ 3,99
Avenida Borges de Medeiros, 2055 – R$ 3,99
Rua Ramiro Barcelos, 238 – R$ 3,99
Avenida Assis Brasil, 6853 – R$ 3,99
Avenida Assis Brasil, 3801 – R$ 3,99
Avenida Farrapos, 2099 – R$ 3,99

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *