Preços do petróleo caem mais de 4,5%, para mínima de 7 meses, após alta em estoques dos EUA

Inflação acumulada cai para um ponto abaixo do centro da meta
08/08/2019
Petrobras amplia prazo para entrega de propostas vinculantes pela Liquigás, diz fonte
08/08/2019
Mostrar tudo

Fonte: Reuters

Os preços do petróleo recuaram mais de 4,5% nesta quarta-feira, para uma mínima de sete meses, ampliando as perdas recentes depois de um surpreendente aumento nos estoques de petróleo dos Estados Unidos, além dos temores quanto a uma redução da demanda por conta da escalada na guerra comercial entre EUA e China.

Os contratos futuros do petróleo Brent fecharam em queda de 2,71 dólares, ou 4,6%, a 56,23 dólares por barril, seu menor nível de fechamento desde o início de janeiro. Os preços já perderam 24,5% desde a máxima de 2019, registrada em abril.

Os futuros do petróleo dos EUA recuaram 2,54 dólares, ou 4,74%, e encerraram a sessão a 51,09 dólares o barril.

No início da sessão, o petróleo recuou pelos temores a respeito da guerra comercial, tendo ampliado as perdas depois de o governo dos EUA divulgar dados que mostravam um aumento de 2,4 milhões de barris nos estoques norte-americanos, enquanto as expectativas de analistas apontavam para uma retração de 2,8 milhões de barris.

Os estoques tiveram queda por sete semanas consecutivas, mas ainda estão cerca de 2% acima da média de cinco anos para este período do ano, segundo a Administração de Informação sobre Energia (AIE).

As reservas de gasolina avançaram em 4,4 milhões de barris, enquanto as de refinados subiram em 1,5 milhão de barris, com ambos os estoques na Costa do Golfo atingindo o maior nível já registrado para este período do ano.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *