Gasolina fica 5,41% mais barata em abril, aponta IBGE

Queda no faturamento com etanol atinge quase 50% na primeira quinzena de abril
29/04/2020
Setor de biodiesel do Brasil quer antecipar mistura de 13% ao diesel para 1º de julho
29/04/2020
Mostrar tudo

Fonte: Valor

Com o repasse dos cortes de preços praticados nas refinarias, a gasolina ficou 5,41% mais barata nos postos de combustíveis em abril e exerceu o mais intenso impacto deflacionário para o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo-15 (IPCA-15) no mês.
De acordo com dados divulgados nesta terça-feira pelo IBGE, a gasolina retirou 0,27 ponto percentual do índice de abril, que foi negativo em 0,01%.
No mês de março, a Petrobras anunciou diversas reduções no preço desse combustível nas refinarias. Dentro do período de coleta do IPCA-15, que foi até 14 de abril, o último corte de preços foi de 5% em 28 de março.
Além da gasolina, ficaram mais baratos o etanol (-9,08%) e o óleo diesel (-4,65%). Somados, os três combustíveis foram responsáveis por retirar 0,35 ponto percentual do IPCA-15 de abril.
Desta forma, o grupo de Transportes — que inclui combustíveis e outros bens e serviços — mostrou queda de 1,47% em abril. Também ficaram mais baratos o seguro voluntário de veículo (-2,74%), o transporte por aplicativo (-3,11%) e o aluguel de veículo (-7,68%).
O IBGE não informou os efeitos da crise do coronavírus sobre os preços desses produtos e serviços, que foram menos demandados a partir do isolamento social.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *