Opep vê recuperação gradual da demanda por petróleo no 2° semestre

Câmara aprova MP que permite antecipar férias e adiar depósitos do FGTS
18/06/2020
Com mais uma queda, confiança entre empresários baianos renova mínimo histórico em maio
18/06/2020
Mostrar tudo

(Reuters) – A Opep projetou nesta quarta-feira uma recuperação gradual na demanda por petróleo, que foi fortemente impactada pela crise do coronavírus, e disse que os cortes recordes de oferta aplicados pelo grupo e por outros produtores já têm ajudado a reequilibrar o mercado.
Em relatório mensal, a Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) afirmou que a demanda global por petróleo deve cair em 6,4 milhões de barris por dia na segunda metade de 2020, um tombo menos severo que a retração de 11,9 milhões de bpd no primeiro semestre.
“Uma recuperação gradual é projetada até o final de 2020”, disse a Opep no relatório.
A Opep não fez um novo corte em suas projeções para a demanda por petróleo em 2020 no relatório, após significativas reduções em meses anteriores.
Ainda assim, há riscos de redução, principalmente a depender do consumo nos Estados Unidos, maior consumidor global, acrescentou a Opep.
A Opep e aliados, conhecidos como aliança Opep+, fecharam acordo em abril para reduzir a oferta em 9,7 milhões de barris por dia em maio e junho. O grupo concordou em 6 de junho em prorrogar esses cortes por mais um mês.
No relatório, a Opep informou que os cortes de produção em maio foram de 6,3 milhões de bpd, para 24,2 milhões de bpd. Isso representa uma taxa de cumprimento de 84% do acordo, segundo cálculos da Reuters.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *