Preços do petróleo saltam com alívio de lockdown e resultado positivo para vacina

Governo sanciona com vetos lei que cria linha de crédito para micro e pequenas empresas durante crise do coronavírus
19/05/2020
Fator de utilização das refinarias atinge maior patamar desde o início da crise
19/05/2020
Mostrar tudo

Fonte: G1

Os preços do petróleo saltaram para o maior nível em dois meses nesta segunda-feira (18), diante de resultados positivos em testes iniciais para uma vacina contra o coronavírus, do otimismo quanto à retomada da atividade econômica e de sinais de que produtores estão cumprindo os cortes de produção prometidos.
Os contratos futuros do petróleo Brent para entrega em julho fecharam em alta de 2,31 dólares, ou 7,1%, a 34,81 dólares por barril, enquanto o petróleo nos Estados Unidos (WTI) avançou 2,39 dólares, ou 8,1%, para 31,82 dólares/barril.
Esses são os maiores níveis de fechamento tanto do Brent quanto do WTI desde 11 de março, poucos dias depois de os preços começarem a entrar em colapso após o fracasso de um acordo entre a Organização de Países Exportadores de Petróleo (Opep) e a Rússia para cortes de produção.
“O WTI levou mais de dois meses para basicamente limpar os destroços da reunião de março (da Opep+)”, disse Bob Yawger, diretor de futuros de energia da Mizuho em Nova York.
A Opep+ reduziu de forma acentuada suas exportações de petróleo na primeira quinzena de maio, de acordo com empresas que monitoram os embarques, sugerindo um forte início para o cumprimento de um novo acordo para cortes de oferta.
O rali do contrato junho do WTI, que expira na terça-feira, sugere que a queda histórica registrada no mês passado, quando a cotação se aproximou da marca de -40 dólares, não deve se repetir.
Nos EUA, a fase de reabertura econômica ganhou tração, com mais norte-americanos deixando os lockdowns e os mercados de ações avançando diante de resultados preliminares positivos nos testes da Moderna para uma vacina contra a Covid-19.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *