Conselho da Petrobras se reúne na terça para discutir a recondução do presidente da empresa

Nova onda semanal de forte remarcação em cascata dos preços do etanol hidratado
19/02/2021
Bolsonaro critica governo federal e ANP por fiscalização de postos
19/02/2021
Mostrar tudo

O Globo / Coluna de Lauro Jardim

O conselho de administração da Petrobras tem uma reunião marcada para terça-feira que vem em meio ao tumulto criado por Jair Bolsonaro que, ontem em sua live, disse que “alguma coisa pode acontecer nos próximos dias, tem que mudar, vai acontecer” na estatal.
Coincidentemente um dos itens da pauta da terça-feira é justamente a recondução do presidente da Petrobras, Roberto Castello Branco, para mais um mandato.
Dar mais um período de dois anos para Castello Branco sempre foi considerado líquido e certo.
Mas, e agora? E se Bolsonaro indicar outro nome? Apesar da ameaça de interferência de Bolsonaro, incorformado com a política de preços da estatal, a tendência do conselho é reconduzir Castello Branco.
A União possui sete assentos no conselho (os empregados tem mais um; e os minoritários, três), mas no colegiado o tema política de preços sempre foi consenso: Castello Branco tem apoio do conselho para fazer o que tem feito. Como mudar o presidente por causa deste motivo?
Roberto Castello Branco já disse a interlocutores que não renunciará ao cargo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *