Governo estuda propostas para reduzir preços dos combustíveis, diz Tereza Cristina

Diesel estabiliza nos postos após corte de tributos; gasolina e etanol sobem
15/03/2021
Governo federal não zerou completamente PIS/Cofins do diesel, diz Fecombustíveis
15/03/2021
Mostrar tudo

Valor Investe

A ministra da Agricultura, Tereza Cristina, disse que o governo está estudando propostas para reduzir o preço dos combustíveis e confirmou que os programas de incentivo à produção de biodiesel e etanol estão garantidos. Neste semana, o ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, afirmou ao Valor que não mexerá nos percentuais de mistura do biocombustível no diesel fóssil. “Biodiesel e etanol eram nossa preocupação maior, esses programas estão garantidos”, disse durante evento virtual do BTG Pactual.
Tereza Cristina disse que existe um movimento global de alta nos preços de alimentos e combustíveis, impulsionado no Brasil pelo câmbio. “Vamos ter outros solavancos, estamos vivendo um momento atípico. Cada país está montando sua estratégia de proteção na área de alimentos, energia e combustíveis. Temos que acompanhar e ser ágeis para que políticas possam ser implementadas e fazer equilíbrio para que a população não sofra muito”, afirmou.
“Tudo tem equilíbrio. No começo da pandemia o problema era etanol, todos preocupados que teriam problemas. As coisas foram se acomodando e hoje está o inverso do que aconteceu no ano passado”.
O câmbio também é motivo de preocupação para a ministra pelo impacto aos produtores na comercialização da safra. O receio é com a falta de segurança jurídica para os contratos de venda dos grãos. “Hoje a preocupação maior é que o mercado tem que entender que contratos foram fechados para soja lá atrás a R$ 80 ou R$ 90 e hoje [a saca de soja] pode estar R$ 180. Temos que manter que mercado tenha segurança, que o produtor entenda isso. Que quando [o preço] vai abaixo ele vai receber pelo que fechou. Temos que ter segurança jurídica e institucional”, concluiu.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *