Live: Mercado do diesel na Bahia precisa ser mais competitivo

Saiba como foi a live sobre o mercado do diesel. Veja a gravação
16/04/2021
Escalada do preço do gás leva Congresso a debater subsídio
19/04/2021
Mostrar tudo

Estudos realizados pelo Sindicombustíveis Bahia, tendo como fonte dados da Agência Nacional de Petróleo (ANP), no período de 2008 a 2020, revelam que, enquanto no Brasil o consumo do diesel cresceu 29% e nos Estados vizinhos, 32%, o crescimento na Bahia foi de apenas 18%. Nesses 13 anos de análises, houve uma perda, em média, de 6% do marketing share da Bahia em relação ao Brasil.

Na Live Retomada do Mercado do Diesel na Bahia, realizada nesta quarta-feira (14/04) pelo Sindicombustíveis Bahia, foram apresentados os dados que fomentaram a discussão.

Acesse o link da gravação da live e fique por dentro da discussão https://youtu.be/eQUPqNxMy8k

“A Live, foi uma forma que encontramos para discutir com todos os segmentos empresariais que fazem parte da cadeia de comercialização do diesel e com a Sefaz Bahia a busca de um caminho que permita a recuperação nas vendas do produto acima da média nacional, visando, assim, a recuperação do volume perdido nos últimos anos, saindo na frente dos demais Estados da federação”, declara Walter Tannus Freitas, presidente do Sindicombustíveis Bahia.

De acordo com Tannus, as transportadoras montam suas logística priorizando os pontos de abastecimento nos Estados vizinhos, onde o tem o menor preço do diesel. “A redução dos volumes de vendas nos postos da Bahia vem repercutindo negativamente na geração de emprego e renda, principalmente, no interior do Estado baiano”, alerta.

Ao final da Live, ficou definido que será elaborado um documento conjunto com dados do mercado do diesel, reunidos pelo Sindicombustíveis Bahia, Sindicato das Distribuidoras do Estado da Bahia (Sindicom-BA) e Instituto Combustível Legal para apresentar à Sefaz e, também, será solicitada audiência com deputados e senadores baianos para tratar da reforma tributária.

A transmissão teve 150 participantes, capacidade máxima da sala online, impedindo a participação de maior número ainda de pessoas. Entre os participantes estavam representantes da Secretaria da Fazenda da Bahia (Sefaz), das distribuidoras regionais da Bahia (Sindicom-Ba) e do Brasil (Brasilcom), revendedores, distribuidoras e outras instituições locais e nacionais, como a Associação Comercial da Bahia e o Instituto Combustível Legal.

Assessoria de Comunicação do Sindicombustíveis Bahia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *