Oferta de gás pode aumentar 54% nos próximos dez anos, diz BNDES

As baterias que podem tornar o petróleo coisa do passado
24/02/2021
Participação do diesel renovável na matriz de biocombustíveis traz benefícios ao País
24/02/2021
Mostrar tudo

Época online

Um estudo do BNDES publicado na segunda-feira estima que a oferta doméstica de gás natural pode aumentar 54% nos próximos dez anos.

A previsão é que o consumo industrial será a principal demanda que orientará o futuro do mercado, com um potencial de consumo adicional de 42 milhões de metros cúbicos por dia.

O estudo aponta, no entanto, que as usinas térmicas precisam alcançar um preço médio de US$ 4/MMBTU para ser uma solução viável para o mercado, o que está bem longe do cenário atual, de US$ 6,5/MMBTU.

Também afirma que a aprovação da Lei do Gás no Congresso é uma condição fundamental para dar mais segurança jurídica ao setor.

O projeto, porém, segue em discussão na Câmara por uma série de impasses.

Um trecho que tem causado resistência, por exemplo, é o que restringe o acesso de competidores às plataformas e infraestruturas como unidades de processamento e gasodutos de transporte, o que tem sido visto como uma forma de diminuir as chances de competição.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *