Petrobras volta a subir preços do diesel e da gasolina

Silva e Luna assume Petrobras após novo reajuste
16/04/2021
Programação dos Assessores de Campo do Sindicombustíveis Bahia de 19 a 23 de abril
16/04/2021
Mostrar tudo

Rio de Janeiro - Sede da Petrobras (Tânia Rêgo/Agência Brasil)

G1

Preços médios nas refinarias serão de R$ 2,64 por litro para a gasolina e R$ 2,76 por litro para o diesel a partir de sexta-feira (16).
A Petrobras informou nesta quinta-feira (15) que vai voltar a aumentar o preço médio do litro do diesel e da gasolina nas refinarias a partir desta sexta-feira (16).
Os preços médios nas refinarias serão de R$ 2,64 por litro para a gasolina (alta de 1,9%) e R$ 2,76 por litro para o diesel (alta de 3,8%) aumento de , após aplicação de reajustes de R$ 0,05 e de R$0,10 por litro, respectivamente.

No sábado (10), a companhia reduziu o preço do diesel, mas manteve o da gasolina.
“Os reajustes são realizados a qualquer tempo, sem periodicidade definida, de acordo com as condições de mercado e da análise do ambiente externo. Isso possibilita a companhia competir de maneira mais eficiente e flexível e evita o repasse imediato da volatilidade externa para os preços internos”, informou a estatal em comunicado.
Com o novo aumento, o preço da gasolina passa a acumular alta de 43,47% desde o início do ano, enquanto o valor do diesel já subiu 36,63%.
Em dezembro, o litro da gasolina custava em média R$ 1,84. Já o do diesel saía a R$ 2,02.
O vídeo abaixo, feito após alta nos preços do combustível em fevereiro deste ano, explica como funciona a dinâmica do valor da gasolina e do diesel.

Mudança de comando
A Petrobras passa por um processo de mudança no seu comando.
Nesta sexta-feira, o conselho de administração da Petrobras se reúne para avaliar propostas de eleição do novo presidente e dos diretores executivos da companhia.
Para o cargo de presidente, o colegiado avaliará o nome do general da reserva Joaquim Silva e Luna, indicado pelo presidente da República Jair Bolsonaro. Na segunda-feira, Silva e Luna foi aprovado, em assembleia, para assumir uma vaga no conselho de administração da petroleira – passo necessário para poder assumir o comando da empresa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *