Petróleo em alta; incerteza sobre exportações do Irã aumenta

Raízen busca avaliação de até R$ 100 bilhões para realizar IPO
16/06/2021
Reciclagem de óleo lubrificante será informatizada em novo sistema do Ministério do Meio Ambiente
16/06/2021
Mostrar tudo

UDOP

Os preços do petróleo bruto subiam na terça-feira (15), atingindo seus níveis mais elevados em mais de dois anos à medida que diminuem as perspectivas de uma oferta adicional do Irã chegar ao mercado num futuro próximo.

Às 12h50 (horário de Brasília),o petróleo WTI, negociado em Nova York, subia 1,2% para US$ 71,73 por barril, depois de atingir máxima desde setembro de 2018, enquanto o Brent subia 1,1% para US$ 73,66, seu valor mais alto desde outubro de 2018.

Os futuros da gasolina RBOB dos EUA apresentavam queda de 0,3%, a US$ 2,1654 por galão.

Os mercados de petróleo apresentaram ganhos de mais de 40% neste ano, em virtude dos programas de vacinação acelerados que permitiram a muitos países ocidentais derrubarem suas restrições contra a Covid-19, resultando numa recuperação na economia global.

A Agência Internacional de Energia previu, na semana passada, que a demanda mundial por petróleo irá se recuperar para os níveis anteriores à pandemia no final do ano que vem.

No entanto, a possibilidade de que o Irã retome as exportações de petróleo, caso os Estados Unidos levantem as sanções em consequência do restabelecimento do acordo nuclear de 2015, tem pesado no mercado global ao longo das últimas semanas, à medida que as negociações avançaram em Viena.

Este acordo tem o potencial de adicionar até 2 milhões de barris de petróleo bruto por dia ao mercado global.

É “cada vez mais improvável que veremos o retorno dos EUA ao acordo nuclear iraniano antes das eleições presidenciais iranianas, no final desta semana”, afirmaram os analistas do ING em um relatório. “Se as conversações se arrastarem, existe o potencial de um novo governo que adote uma abordagem diferente para as negociações, o que poderia postergar ainda mais qualquer acordo”.

O líder na corrida eleitoral iraniana é Ebrahim Raisi, um crítico implacável do Ocidente que sofreu sanções dos Estados Unidos em 2019 por violações dos direitos humanos.

Além disso, o Irã disse na terça-feira que enriqueceu 6,5 kg (14 lb) de urânio a 60%, um passo a mais na direção do grau de 90% das armas nucleares e uma ação que certamente aumentará as complicações em torno das negociações.

Os investidores também manterão um olhar cauteloso para a reunião de dois dias do Federal Reserve, em busca de pistas sobre quando o banco central vai começar a frear sua política monetária ultrarrelaxada, além dos dados de fornecimento de petróleo bruto dos EUA divulgados pelo American Petroleum Institute hoje mais tarde.
Fonte: Investing.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *