Petróleo fecha em alta nesta quarta após queda nos estoques dos EUA

Com pandemia e risco de falta de dinheiro físico, BC lançará cédula de R$ 200
30/07/2020
Shell tem prejuízo histórico no 2º trimestre e ação cai 2% na Bolsa de Londres
30/07/2020
Mostrar tudo

Fonte: G1

Os preços do petróleo avançaram nesta quarta-feira (29), apoiados por uma queda acentuada nos estoques da commodity nos Estados Unidos, embora um novo recorde diário na contagem global de casos de coronavírus tenha limitado os ganhos.
Os contratos futuros do petróleo Brent fecharam em alta de 0,53 dólar, ou 1,2%, a US$ 43,75 por barril, enquanto os futuros do petróleo nos EUA (WTI) avançaram 0,23 dólar, ou 0,6%, para US$ 41,27 o barril.
Os estoques de petróleo dos EUA tiveram queda de 10,6 milhões de barris na semana passada, atingindo 526 milhões de barris, o maior recuo desde dezembro, segundo a Administração de Informação sobre Energia (AIE).
As importações líquidas de petróleo pelos EUA caíram em 1 milhão de barris por dia (bpd), para 1,9 milhão de bpd, acrescentou a AIE.
“A expectativa é que os cortes (de produção) da Opep resultem em quedas maiores nos estoques dos EUA, e esse pode ser o início desse movimento”, disse Phil Flynn, analista sênior do Price Futures Group em Chicago, referindo-se ao acordo da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) e aliados para restringir a oferta.
Por outro lado, um número recorde de novos casos de coronavírus foi registrado no mundo. Nos EUA, cerca de 150 mil pessoas já morreram em decorrência da Covid-19.
“O vírus está se espalhando descontroladamente pelas Américas, enquanto Europa e Ásia apresentam sinais preocupantes de uma segunda onda de casos”, disse Stephen Brennock, da corretora de petróleo PVM.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *