Preço do etanol recua no mercado doméstico com demanda limitada pela paridade

País terá dilema com carros elétricos em 2030:o que fazer com tanto etanol?
16/06/2021
Petrobras: venda da BR é ótimo sinal, mas eleições em 2022 podem travar desinvestimentos
16/06/2021
Mostrar tudo

O dia foi de preços mais baixos para o etanol no mercado físico paulista. Em Ribeirão Preto, o etanol hidratado teve preço de R$ 3,55 o litro, recuo de 2,20% enquanto o anidro caiu 1,38%, para R$ 3,58 o litro.

Segundo o analista da consultoria Safras & Mercado, Maurício Muruci, o cenário de mercado se mostra relativamente desafiador às usinas. “De um lado temos uma temporada de níveis intensos de quebra em função da seca que tende a se agravar pelo menos até agosto no Centro-Sul. Por outro temos uma demanda interna que tem crescido de forma limitada na principal região produtora do país, com a gasolina ampliando cada vez mais espaço entre os consumidores finais”, disse ele.

Antes mesmo do recente ajuste de baixa de 1,98% na gasolina, o anidro já apresentava volumes de demanda fortes vistos desde abril diante do aumento da participação do combustível fóssil no Ciclo Otto

Recentemente, a Secretaria de Comércio Exterior (Secex) indicou quedas mais profundas nas exportações de etanol por parte do Brasil, o que agrava ainda mais o cenário. Em maio foram exportados 65,76 milhões de litros de etanol, um volume 55% abaixo dos 147 milhões do mesmo mês do ano anterior e 38% abaixo do volume de 107 milhões do mês imediatamente anterior, abril. Com isto o volume acumulado do ano foi para 725,51 milhões de litros, com alta de 33% sobre o mesmo momento do ano anterior. ( Agência Safras)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *