Preços de petróleo sobem com dados de emprego dos EUA, mas temor com vírus limita alta

Petrobras estima “retorno” de R$18 bi com PDVs até 2025
03/07/2020
Petrobras anuncia processo para venda de 3 unidades de biodiesel
03/07/2020
Mostrar tudo

(Reuters) – Os contratos futuros do petróleo avançaram mais de 2% nesta quinta-feira, apoiados por uma queda na taxa de desemprego dos Estados Unidos e pela redução nos estoques da commodity no país, embora uma disparada no número de casos de coronavírus nos EUA tenha gerado preocupações de que a atividade econômica possa enfraquecer nas próximas semanas.
Os casos de Covid-19 nos EUA avançaram em cerca de 50 mil na quarta-feira, maior alta diária desde o início da pandemia.
Diversos Estados norte-americanos estão orientando cidadãos a restringir movimentações e fechar novamente negócios e restaurantes, o que pode prejudicar a recuperação do mercado de trabalho.
Os futuros do petróleo Brent fecharam em alta de 1,11 dólar, ou 2,6%, a 43,14 dólares por barril. Já os futuros do petróleo dos EUA (WTI) avançaram 0,83 dólar, ou 2,1%, para 40,65 dólares o barril.
“Neste momento, os dados econômicos parecem estar se sobrepondo às infecções por Covid-19. Parece que o crescimento está acontecendo, apesar dessa retomada nos casos”, disse Phil Flynn, analista sênior do Price Futures Group.
O mercado de trabalho dos EUA (fora do setor agrícola) registrou criação de 4,8 milhões de vagas em junho, superando as expectativas. [nL1N2E90OT]
“O relatório de emprego foi bom, mas o outro lado da moeda é que ele foi tão bom que pode acabar inibindo um programa de estímulos (do governo à economia)”, afirmou Bob Yawger, diretor de futuros de energia do Mizuho.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *