Produção global de biocombustível deve subir mais de 27% até 2026, projeta IEA

Cade dá autorização definitiva para compra da Biosev pela Raízen
19/03/2021
Petrobras inicia fase vinculante no Polo Bahia Terra
19/03/2021
Mostrar tudo

UDOP

A produção global de biocombustível deve saltar 27,91% do total de 2020 até 2026, segundo projeção da Agência Internacional de Energia (IEA, na sigla em inglês) no relatório Oil 2021, após o setor amargar seu primeiro resultado negativo em 20 anos no último ano com a pandemia do coronavírus.

O volume produzido deve sair de 2,58 milhões de barris por dia em 2020 para 3,30 milhões de bpd em 2026, sendo que a projeção para este ano é de 2,83 milhões de bpd.

“Minimizar as emissões de suas operações principais, notadamente o metano, é uma prioridade urgente”, disse Fatih Birol, diretor-executivo da IEA, com referência sobre a indústria de combustíveis.

“Existem tecnologias vitais para as transições de energia que podem corresponder às capacidades das empresas de petróleo e gás, como captura de carbono, hidrogênio com baixo teor de carbono, biocombustíveis e energia eólica offshore”, complementou Birol.

A IEA projeta a produção de etanol em 2021 em 1,93 milhão de bpd e potencial de chegar a 2,11 milhões de bpd em 2026.
Jhonatas Simião
Fonte: Notícias Agrícolas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *