Sindicombustíveis Bahia critica aumento do Fundo Partidário

Postos não são culpados pelos preços altos dos combustíveis, veja o vídeo
22/07/2021
Montadoras devem seguir com paradas por falta de chips até o segundo trimestre de 2022
23/07/2021
Mostrar tudo

Sindicato dos revendedores de combustíveis chama a atenção para insensibilidade e irresponsabilidade dos deputados federais

“A aprovação do aumento de mais de 300% no orçamento público para o Fundo Partidário, uma verba de R$ 1,7 bilhão para 5,7 bilhões, é algo inacreditável, tamanha a insensibilidade e irresponsabilidade dos nossos deputados federais”, diz Walter Tannus Freitas, presidente do Sindicombustíveis Bahia. O sindicato dos revendedores de combustíveis faz parte da Associação Comercial da Bahia (ACB), reitera o posicionamento do vice-presidente da entidade, Paulo Cavalcanti, em artigo intitulado “A afronta do Fundo Partidário”, veiculado no Portal A Tarde (21/07) e apoia a criação do Projeto Via Cidadão.

O Via Cidadão é um projeto apartidário e sem fins lucrativos, criado pela Fundação Paulo Cavalcanti em parceria com a Associação Comercial da Bahia. O objetivo é conscientizar a sociedade que, com união e de forma participativa, é possível assumir as responsabilidades na gestão do país. Para participar do projeto é preciso se cadastrar no site https://movimentoviacidada.com.br/, que vai veicular informações sobre propostas e reivindicações.

Para Walter Tannus Freitas, “é necessário o posicionamento firme de repúdio ao aumento da verba, financiada com dinheiro da população, que está sofrendo financeira e emocionalmente nesse momento de pandemia e de crise econômica, desemprego, fome e desesperança”. Ele ressalta que a aprovação do aumento pelo Congresso Nacional é “mais uma constatação infeliz de que os interesses políticos e partidários estão acima das necessidades do povo brasileiro”.

“É lamentável que empresários, patrões, empregados, consumidores, trabalhadores e todos os cidadãos, pagadores de impostos altíssimos, sejam desrespeitados dessa forma. É de uma insensibilidade absurda dos deputados federais, que votaram a favor do aumento, ignorar os 15 milhões de desempregados, famílias sem rendas e que necessitam de apoio. O país precisa urgentemente de ações que estimulem o desenvolvimento econômico e social. Não dá para viver de auxílio emergencial e de doações da iniciativa privada”, comenta Walter Tannus.

O presidente do Sindicombustíveis Bahia afirma que é fundamental posicionamentos e iniciativas como o da ACB. “Temos que nos posicionar mesmo. Isso ajuda a conscientizar a população sobre os seus direitos, além de mostrar aos nossos governantes que estamos vigilantes na defesa do bem público”, conclui Walter Tannus.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *