Um fenômeno chamado Copape intriga o setor de combustíveis

Eletromobilidade desafia indústria no Brasil
26/04/2021
Silva e Luna diz a conselho que vai manter venda de ativos
26/04/2021
Mostrar tudo

O Globo (Lauro Jardim)

O mercado de venda de gasolina em São Paulo é palco de uma disputa intrigante.

Oito meses atrás, a Petrobras liderava o ranking, seguida da Refit e, em 15º lugar, aparecia a desconhecida e desimportante (até então) Copape. Os meses se passaram e a Copape avançou várias casas. Em fevereiro, mês do último dado oficial disponível, a distribuidora já brigava pela vice-liderança com a Refit.

Ambas, Refit e Copape atuam nos postos chamados de “bandeira branca” em São Paulo.

Há um mistério rondando a Copape, que tem sede em Guarulhos (SP). Em junho, a empresa foi comprada por um grupo desconhecido. Vendia, então, 1 milhão de litros por mês, Hoje, vende cerca de 150 milhões.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *