Etanol de milho já representa 60% do biocombustível vendido nos postos

Diesel B10 está chegando e a demanda por soja aumentando
21/02/2018
ANP: etanol sobe em 17 estados; alta média semanal é de 0,17% no Brasil
21/02/2018
Mostrar tudo

Fonte: Notícias Agrícolas

Janeiro consolidou uma tendência irreversível no mercado de combustíveis no Brasil. Na segunda quinzena do mês passado, o etanol de milho supriu 60% do volume comercializado no Centro-Sul, principal região produtora do biocombustível no País. Assim, em plena entressafra da cana, período em que as usinas interrompem a produção, o elevado volume de etanol feito com milho que chegou ao mercado evitou o pico inflacionário previsto no final de 2017 devido à queda acentuada nas reservas brasileiras do álcool de cana.
Na safra atual, que começou em abril de 2017, a oferta de etanol de milho cresceu 130%, segundo projeções da União da Indústria de Cana-de-Açúcar (Unica). Em números absolutos, isso totalizou 391,85 milhões de litros.
Ainda assim, as quatro décadas de expertise brasileira na produção do etanol de cana garantem uma liderança tranquila para o álcool convencional, que reponde por 98,5% de todo o combustível produzido no País.
Leia a notícia na íntegra no site do Diário do Litoral.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *