Governo estuda realização de dois leilões do pré-sal neste ano

Opep tem forte queda na produção de petróleo, após acordo para conter oferta
18/01/2017
Produção de petróleo da Opep recua em dezembro, aponta relatório
18/01/2017
Mostrar tudo

Fonte: Valor Econômico
O Ministério de Minas e Energia (MME) confirmou nesta terça-feira que estuda a realização de dois leilões do pré-sal neste ano. Estava previsto inicialmente a realização de apenas um leilão do tipo, que ofertará quatro áreas.
“O governo federal, por meio do MME, estuda a possibilidade de antecipar a terceira rodada de leilão do pré-sal e realiza-lá ainda este ano”, informou o ministério, em nota. O órgão, contudo, não justificou as razões para um outro leilão.
Na última semana, o ministro de Minas e Energia, Fernando Coelho Filho, contou que o governo pretende antecipar, do segundo para o primeiro semestre, o segundo leilão do pré-sal. A licitação ofertará áreas unitizáveis de Carcará e Sapinhoá, na Bacia de Santos, e Tartaruga Verde e Gato-do-Mato, na Bacia de Campos.
O MME não informou quais áreas poderão ser ofertadas na terceira rodada do pré-sal, que pode ser antecipada para este ano.
O primeiro leilão de áreas do pré-sal, sob o regime de partilha da produção, foi realizado em outubro de 2013. Na ocasião, foi arrematado o campo de Libra, por um consórcio formado por Petrobras (40%), Shell (20%), Total (20%) e as chinesas CNPC (10%) e CNOOC (10%).
Com relação a leilões convencionais, o governo prevê realizar um leilão de campos terrestres marginais em março e a 14ª Rodada de Licitações da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) no segundo semestre.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *