‘Le Monde’: Novas descobertas de petróleo entraram em colapso em 2016

Comissão da Câmara aprova criação de política nacional de biocombustíveis
29/04/2017
Petrobras quer retomar venda de ativos nas próximas semanas
01/05/2017
Mostrar tudo

Fonte: Jornal do Brasil Online
Matéria publicada na quinta-feira (27) pelo jornal francês Le Monde avalia que uma drástica redução do investimento na exploração de petróleo em 2015-2016 teve consequência imediata: descobertas de petróleo bruto convencional caiu para 2,4 bilhões de barris no ano passado, contra uma média anual de 9 bilhões desde 2000, conforme dados da Agência Internacional de energia (AIE) divulgados em um relatório.
Monde destaca que nunca foi visto nível tão baixo em setenta anos. Se as empresas não retomarem sua “capex” (despesas de capital) em exploração e produção, a tendência vai continuar em 2017. Além disso, aponta o diário, o número de novos projetos de investimento nunca foi tão baixa desde o final dos anos 1940. Estes são responsáveis apenas por 4,7 bilhões de barris. Longe dos 21 bilhões de barris em 2014, ano em que o “capex” em exploração e produção atingiu um recorde.
Colapso de preços do petróleo
Esta queda do investimento está diretamente relacionada com o colapso do preço do petróleo, que caiu de 115 dólares (106 euros) em meados de 2014 para 50 dólares hoje, com oscilações entre 30-40 dólares no início de 2016.
Esta relutância do petróleo “causa preocupação adicional sobre a segurança energética global, enquanto os riscos geopolíticos estão subindo nos principais países produtores como a Venezuela”, diz a AIE.
Além disso, a participação do petróleo de águas profundas (Golfo da Guiné, Golfo do México, Brasil …) apresentou um declínio muito acentuado: em 2016 representava apenas 13% dos projetos aprovados, longe da média de 40 % registrado nos últimos quinze anos. “Deep offshore” tornaram-se muito caros.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *