Maggi: não devemos ter medo de defender etanol de milho no Brasil

Fonte: Agência Estado

O ministro da Agricultura, Blairo Maggi – Foto -, defendeu nesta quinta-feira, 1, na abertura do Fórum Mais Milho, em Castro (PR), o uso do grão para a produção de etanol no País. “Não devemos ter medo de defender etanol de milho no Brasil”, disse ele. Maggi lembrou que o milho é plantado no Centro-Oeste muitas vezes sem retorno ao produtor, apenas para beneficiar a soja, com o aumento da produtividade dessa cultura no esquema de rotatividade de culturas.
Maggi citou que em breve será inaugurada uma usina exclusiva para a produção de etanol de milho em Mato Grosso, o que deve agregar valor ao cereal produzido naquele Estado. O ministro deu recado aos produtores de etanol de cana, que criticam o uso do milho na fabricação do combustível. Ele lembrou que os Estados Unidos se tornaram rapidamente os maiores produtores mundiais de etanol após o fomento ao uso do grão.
“Enquanto dizemos que é mais barato etanol de cana, os Estados Unidos abarrotam nosso mercado com etanol de milho. Se o programa de etanol nos Estados Unidos terminar, o preço de milho desaba a tal ponto que não seremos mais competitivos”, explicou o ministro.
Maggi rebateu as críticas de que o etanol de milho concorre com o uso do cereal em alimentos e afirmou que, se o preço sempre fosse remunerador, a commodity seria priorizada. “Etanol de milho não é concorrência com alimentos. Eu não vou produzir e subsidiar milho pra ser enviado a outro lugar”, concluiu.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *