Opep fará o possível para garantir equilíbrio do mercado, diz ministro saudita

Governo avalia permitir que Petrobras desista de pré-sal após leilão, dizem fontes
13/04/2017
Metade dos condutores abastece sempre em postos de combustível de marca
17/04/2017
Mostrar tudo

Fonte: IstoÉ | Economia e negócios

A Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) e produtores de fora do grupo farão o que for necessário para equilibrar os mercados da commodity, afirmou hoje o ministro de Energia da Arábia Saudita, Khalid al-Falih.
“O nível de cumprimento é muito bom. Alguns países se esforçaram mais que outros”, disse Falih, às margens de um evento de energia em Riad, referindo-se às metas de redução da produção estabelecidas em acordo fechados pela Opep e por outros grandes produtores no fim do ano passado.
Segundo Al-Falih, a Arábia Saudita se importa não apenas com o atual estado dos mercados de petróleo, como também com sua perspectiva no futuro.
A Arábia Saudita, uma espécie de líder informal da Opep, tem dito a outros integrantes do cartel que gostaria de estender o atual acordo por mais seis meses durante reunião que o grupo fará no fim do próximo mês, segundo fontes com conhecimento do assunto. Originalmente, o pacto de corte na produção vence em junho.
O apoio dos sauditas é essencial para a renovação do acordo durante o encontro em Viena, que está marcado para 25 de maio. Em novembro último, a Opep se comprometeu a reduzir sua oferta em 1,2 milhão de barris por dia, numa tentativa de impulsionar os preços do petróleo, ao longo do primeiro semestre. Fonte: Dow Jones Newswires.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *