Petroleiros suspendem greve, mas prometem nova parada

Venezuela cortará produção de petróleo em 95 mil bpd por acordo com Opep
27/12/2016
Governo publica MP sobre preços diferentes em função de prazo ou meio de pagamento
27/12/2016
Mostrar tudo

Fonte: DCI
A Federação Única dos Petroleiros (FUP), maior entidade sindical do setor, suspendeu as paralisações da categoria para uma avaliação do movimento e das estratégias. Mas a entidade planeja uma grande greve nacional por tempo indeterminado.
A FUP informou ter suspendido a paralisação na manhã desta segunda-feira (26) para fazer uma avaliação das estratégias. Acrescentou ainda que, posteriormente, haverá uma “grande greve nacional dos petroleiros” em todo sistema Petrobras.
“Temos certeza de que esse movimento que passou vai servir para a grande greve que está vindo por aí, não só pela garantia dos nossos direitos, como pela preservação da nossa empresa contra esses entreguistas de plantão”, disse o coordenador-geral da FUP, José Maria Rangel, em vídeo divulgado em rede social.
TST
Na última quinta-feira (22), a Petrobras protocolou pedido de mediação no Tribunal Superior do Trabalho (TST), em meio ao impasse nas negociações do acordo coletivo de trabalho dos petroleiros. Em comunicado enviado aos empregados, a companhia disse que a decisão foi tomada “após avaliação de que o momento exige uma nova instância de negociação”.
A última e quarta proposta feita pela empresa foi rejeitada por entidades sindicais que aprovaram indicativo de greve em algumas bases sindicais. Sindicatos filiados à FUP realizaram na semana passada assembleias para votar paralisações. /Estadão Conteúdo

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *