Petróleo cai com temores sobre ressurgimento da produção de xisto nos EUA

Fonte: Agência Estado
Os contratos futuros de petróleo operam em queda nesta quarta-feira, pressionados pela preocupação de que os preços mais altos impulsionem produtores de xisto nos Estados Unidos a voltarem à produção, diminuindo os efeitos do acordo de cortes da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep).
Às 9h56 (de Brasília), o Brent para março caía 1,05%, a US$ 54,89 por barril, na Intercontinental Exchange (ICE), enquanto o WTI para o mesmo mês, o mais líquido, recuava 1,15%, a US$ 52,65 por barril, na New York Mercantile Exchange (Nymex).
Investidores começam a ficar nervosos com dados mostrando a alta da produção de xisto nos Estados Unidos. Ontem, o Departamento de Energia (DoE) atualizou suas projeções para fevereiro, incluindo uma alta na expectativa de produção do xisto para fevereiro para 4,75 milhões de barris por dia em fevereiro, para 4,71 milhões de barris por dia em janeiro. Os dados da produção de janeiro também foram revisados para cima.
“Os números confirmam que a produção de xisto norte-americana já atingiu o fundo do poço”, comentaram analistas do Commerzbank em nota, acrescentando que o fato torna mais difícil o reequilíbrio de mercado.
Adicionalmente, o petróleo sofre com a valorização do dólar nesta sessão, devolvendo as perdas dos últimos dias. Por serem cotados na moeda norte-americana, os contratos ficam mais caros para investidores que utilizam outras divisas quando a primeira se valoriza. Fonte: Dow Jones Newswires.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *