Preços avançam com forte demanda chinesa e cortes na Opep

Fonte: Reuters
Os preços do petróleo avançavam nesta sexta-feira (10) apoiados pelas fortes importações chinesas e pelos cortes na produção pela Organização dos Países Exportadores de Petróleo, embora os estoques de combustível dos Estados Unidos ainda pesassem no mercado.
O petróleo Brent subia US$ 0,54, ou 0,97%, a US$ 56,17 por barril, às 9h17 (horário de Brasília). O petróleo dos Estados Unidos avançava US$ 0,43, ou 0,81%, a US$ 53,43 por barril
Os comerciantes disseram que os fortes dados chineses de importação de petróleo davam apoio aos preços nesta sexta-feira. As importações chinesas de petróleo em janeiro subiram 27,5% em relação ao ano anterior, o terceiro maior volume da história, sugerindo uma demanda robusta, apesar das interrupções do feriado do Ano Novo Lunar.
A Agência Internacional de Energia (IEA, na sigla em inglês) informou que o cumprimento do acordo da Opep de corte da produção foi de 90% em janeiro.
Apesar dos cortes liderados pela Opep, os mercados de petróleo permanecem com excesso de oferta nos estoques, especialmente nos Estados Unidos, e a crescente atividade de perfuração do país está aumentando também a produção.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *