Produção total de petróleo bate novo recorde em setembro, diz ANP

A Petrobras erra ao abandonar os biocombustíveis
05/11/2016
Venda de veículos recua 17,2% em outubro, na comparação anual, diz Anfavea
07/11/2016
Mostrar tudo

Fonte: G1

A produção total de petróleo do Brasil em setembro somou 2,671 milhões de barris por dia, um novo recorde, com alta de 2,4% ante agosto e de 11,5% na comparação com o mesmo mês de 2015, informou nesta sexta-feira (4) a Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP).
A agência destacou ainda que o Campo de Lula, na bacia de Santos, apresentou a maior produção já registrada por um campo no Brasil, com 639,7 mil bpd em setembro, o que superou a marca anterior do campo de Marlim em abril de 2002.
Pré-sal
A produção do pré-sal, oriunda de 66 poços, foi de aproximadamente 1,175 milhão de barris de petróleo por dia (bbl/d) e 46,1 milhões de metros cúbicos por dia (m³/d) de gás natural, totalizando aproximadamente 1,464 milhão de barris de óleo equivalente por dia (boe/d), um aumento de 7,3% em relação ao mês anterior.
A produção de petróleo no pré-sal superou os 1,099 milhão de barris diários obtidos em agosto de 2016 e a de gás natural ultrapassou os 42,2 MMm3 produzidos em agosto de 2016. A produção total também superou o recorde do mês anterior, de 1,365 MMboe/d.
Os poços do “pré-sal” são aqueles cuja produção é realizada no horizonte geológico denominado pré-sal, em campos localizados na área definida no inciso IV do caput do art. 2º da Lei nº 12.351, de 2010.
Queima de gás
O aproveitamento de gás natural no mês foi recorde, alcançando 96,8%. A queima de gás em setembro foi de 3,6 milhões de metros cúbicos por dia (m³/d), uma redução de 28% se comparada ao mês anterior e de 26,7% em relação ao mesmo mês em 2015.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *