Shell mira novos leilões de petróleo no Brasil em 2017 e 2018

Produção da Opep sobe para 33,64 milhões de barris por dia em outubro
11/11/2016
Shell: nova lei tornará setor mais atraente
11/11/2016
Mostrar tudo

Fonte: Estadão

O presidente mundial da petroleira Shell, Ben van Beurden, disse que a companhia deverá participar dos novos leilões de petróleo previstos para 2017 e 2018 no Brasil, incluindo novas reservas do pré-sal.
“Estaremos olhando novas oportunidades, como os leilões do ano que vem e novos leilões do pré-sal que possam vir a partir de 2018, cientes de que precisaremos repor nossas reservas aqui no Brasil”, comentou o executivo, após encontro com o presidente Michel Temer, no Palácio do Planalto.
Beurden não fez nenhuma menção sobre o cenário político brasileiro, limitando-se a apontar que vai acompanhar os desdobramentos da estabilidade fiscal e regulatória no setor de petróleo. “Tudo que ouvimos hoje do presidente e de seus ministros reforça nossa ideia de que estamos fazendo a coisa certa ao tornar o Brasil um dos três destinos principais para investimentos globais do grupo Shell”, disse.
Outro assunto que será acompanhado pela Shell diz respeito à renovação do Repetro, um regime especial de tributação do setor. O programa, que vence em 2019, deve ser renovado por até 20 anos. Com a renovação, as empresas do setor continuarão a ter garantia de isenções de PIS, Cofins, IPI, além da previsão de redução ou mesmo isenção de ICMS pelos Estados.
“Tudo o que foi feito é muito encorajador e nós continuaremos acompanhando com muito interesse os próximos passos do governo com relação ao marco regulatórios, ao fiscal e a itens como o Repetro, por exemplo”, comentou Beurden.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *