Sindicombustíveis aponta responsáveis pelos altos preços nos postos

Petrobras eleva preço do diesel e mantém o da gasolina
22/02/2018
Convenção Coletiva Sindfesba
22/02/2018
Mostrar tudo

Fonte: Radio Sociedade

O consumidor tem reclamado dos frequentes reajustes de combustível, que tem feito o valor da gasolina ultrapassar os R$4,32. De acordo com nota divulgada pelo Sindcombustíveis, entidade que representa as revendedoras de combustíveis da capital baiana, os responsáveis são a Petrobras e a alta carga tributária.
A Petrobras, adota desde julho de 2017, uma nova política de reajuste do preço da gasolina e do diesel, de acordo com as cotações internacionais dos barris de petróleo. Na última segunda-feira (19), a estatal reajustou em 1,5% o preço nas refinarias de diesel e em 1,82% de gasolina.
De acordo com dados da Agência Nacional do Petróleo (ANP) e do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada da USP (Cepea-USP), o preço final da gasolina é composto, aproximadamente, por: 31% preço nas refinarias, 8% custo de adição de álcool anidro, 50% impostos (Cide, PIS, Confins e ICMS) e 11% margem de ganho das distribuidoras e dos postos.
Cada revendedora tem a liberdade de definir se repassa os reajustes ao consumidor ou não de acordo com suas estruturas de custo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *