Etanol x gasolina: preços caem, mas álcool só é vantajoso em 5 Estados

Lucro da BR Distribuidora sobe 110% no 1º trimestre
12/05/2021
Preços do petróleo sobem com perspectivas da IEA sobre melhora na demanda
12/05/2021
Mostrar tudo

UOL

Após uma sequência de dez altas consecutivas, os preços do etanol e da gasolina tiveram uma pequena redução nas bombas durante o mês de abril, inferior a 1%. Ao longo dos próximos dias, o valor cobrado pelo combustível derivado do petróleo nos postos cairá mais um pouco, como consequência da queda de 1,9% nas refinarias anunciada no último dia 30.
Levantamento da empresa de logística e gestão de frotas Ticket Log, obtido com exclusividade por UOL Carros, aponta que o álcool está mais vantajoso ante a gasolina em apenas cinco Estados brasileiros: Goiás, Mato Grosso, Minas Gerais, Paraná e São Paulo.

O mercado paulista é a unidade da federação onde o derivado da cana-de-açúcar está mais em conta, com média de R$ 3,672 por litro. Já o Rio Grande do Sul tem o etanol mais caro do País: R$ 5,289 a cada litro.
Por sua vez, Santa Catarina, com média de R$ 5,213 por litro, tem a gasolina mais barata do Brasil – contra R$ 6,258 verificados no Acre, unidade federativa onde o combustível fóssil registrou o maior preço.
Os valores apontados são referentes ao mês de abril.
“O Paraná foi o destaque em abril na comparação de preços do etanol e da gasolina. O Estado, onde a gasolina se mostrou mais vantajosa em março, passou a ter o etanol como combustível recomendado novamente em abril, a exemplo do que havia acontecido em fevereiro”, analisa Douglas Pina, Head de Mercado Urbano da Edenred Brasil – dona da Ticket Log.

Como é feito o cálculo A definição dos Estados onde o etanol é mais vantajoso tem como base o IPTL (Índice de Preços Ticket Log)…. – Veja mais em https://www.uol.com.br/carros/noticias/redacao/2021/05/11/etanol-x-gasolina-veja-em-qual-estado-cada-combustivel-e-mais-barato.htm?cmpid=copiaecola
O índice aponta o custo em reais por quilômetro rodado, levando em conta o preço médio do litro do combustível e o consumo médio – fixado em 8,5 km/l para o álcool e em 11,5 km/l para a gasolina. Evidentemente, há variações, dependendo do veículo.
É preciso considerar que o combustível de origem vegetal eleva o consumo em aproximadamente 30%, com variação para baixo ou para cima. Por esse motivo, só vale a pena usar etanol quando a diferença no preço supera percentualmente o gasto extra de combustível.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *