Petrobras aplicou aumento de 44,9% no preço da gasolina em maio

Petrobras eleva diesel em 7% na refinaria a partir de quarta; gasolina sobe 5%
27/05/2020
Privatização não está no radar do governo, diz presidente da Petrobras
27/05/2020
Mostrar tudo

Fonte: Valor Econômico

O mês de maio marca uma reversão no comportamento dos preços dos combustíveis praticados pela Petrobras. Depois da queda nos últimos meses, os preços da gasolina, nas refinarias, já acumulam uma alta de 44,9% no mês, enquanto o diesel subiu 15,5%. A variação mais recente, contudo, ainda não chegou ao consumidor final, que se beneficia da baixa acumulada no ano.
Mesmo com a alta de maio, o preço da gasolina acumula, em 2020, uma baixa de 30,8%. No caso do diesel, a redução é de 35,5% no ano. Essa retração acentuada, contudo, não tem chegado integralmente para os consumidores. Na bomba, com base no levantamento de mercado da Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), a queda acumulada em 2020 é de 16,5% para o litro da gasolina e de 19,1% para o diesel.
Em maio, os preços nos postos seguem descolados dos praticados nas refinarias, mas dessa vez de forma favorável ao consumidor. Embora a tendência seja de alta nos preços da Petrobras, na bomba, até o fim da última semana, o comportamento é o oposto: a gasolina acumula, em maio, uma queda de 3,2%, e o diesel uma baixa de 5,7%.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *