Petrobras faz primeiro reajuste do diesel e da gasolina da gestão Silva e Luna

Sindicombustíveis Bahia atualiza as informações para a placa do do Decreto 10.634 (Tabela 16)
05/07/2021
Balanço semanal: ANP fiscalizou 43 agentes econômicos em SC, SP, MG e AM
06/07/2021
Mostrar tudo

Valor Econômico

Gasolina terá aumento de R$ 0,16 no litro e diesel, de R$ 0,10

 

A Petrobras vai reajustar em R$ 0,16 o litro da gasolina e em R$ 0,10 o diesel, nas refinarias, a partir de amanhã (06/07). A atualização representa um aumento de 6,3% para a gasolina, que passa a ser vendida, em média, a R$ 2,69 o litro nas refinarias; e de 3,7% para o diesel, cujo preço nas refinarias sobe para R$ 2,81 o litro.

Este é o primeiro aumento nos preços da companhia na gestão Joaquim Silva e Luna. Em pouco mais de dois meses em que o general da reserva está à frente da estatal, a Petrobras mexeu três vezes nos preços dos combustíveis: no dia 1º de maio, reduziu em 2% os preços do diesel e gasolina; e, no dia 11 de junho, cortou em mais 1,9% a gasolina e aumentou o gás liquefeito de petróleo (GLP) em 6%.

A Petrobras ainda anunciou um novo aumento, de 6%, no preço do GLP nas refinarias, também a partir de amanhã. Este é o sexto aumento no preço do combustível no ano. Em 2021, a alta acumulada é de 38%.

O reajuste ocorre em meio à valorização do petróleo no mercado internacional e às queixas de concorrentes, representados pela Associação Brasileira dos Importadores de Combustíveis (Abicom), de que a empresa estava segurando os aumentos necessários para alinhar os preços internos à paridade de importação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *