AIE estima produção de petróleo do Brasil em 2,80 milhões de barris/dia em 2017

Reserve sua vaga no Encontro Nordeste que será na Bahia
13/06/2017
Transpetro simula vazamento na capital paulista após aumento do número de furtos de combustível
14/06/2017
Mostrar tudo

Fonte: IstoÉ

A Agência Internacional de Energia (AIE) previu hoje que a produção de petróleo brasileira este ano será de 2,80 milhões de barris por dia (bpd). Para 2018, a entidade estima, de acordo com relatório mensal divulgado há pouco, aumento da oferta para 3,06 milhões de barris por dia. Em 2016, a produção doméstica da commodity foi de 2,61 milhões de barris por dia, o que já representou uma elevação em relação ao ano anterior, quando havia sido de 2,53 milhões de bpd.
Assim, pelos cálculos da Agência, no total, a produção brasileira deverá aumentar em 190 mil barris por dia em 2017 e terá elevação de até 260 mil bpd em 2018. “Como em 2017, o Brasil será uma importante fonte de novas fontes de petróleo no próximo ano. Apesar dos inúmeros desafios, a Petrobras e seus parceiros internacionais continuam a trazer novos sistemas de produção na prolífica área do pré-sal”, avaliou a instituição.
Segundo o documento, a produção brasileira ficou praticamente inalterada em abril, enquanto a manutenção planejada em Marlim e os campos de Barracuda e Caratinga na Bacia de Campos continuaram. A AIE salienta que, em 18 de maio, a Petrobras iniciou a produção da embarcação flutuante de produção, armazenamento e descarga P-66 que foi instalada no campo pré-sal Lula Sul. “A unidade, que é o primeiro de seis flutuadores idênticos que serão colocados na bacia de Santos, tem capacidade para produzir 150 mil bpd”, considerou.
A entidade também ressaltou que, até o final deste ano, a Petrobras pretende iniciar a produção da plataforma petrolífera FPSO P-67 no campo de Lula Norte e um sistema de produção inicial no campo de petróleo da Libra. Além disso, comentou que a produção na P-67 está prevista para julho, dois meses atrasados. “Espera-se que outras cinco plataformas petrolíferas entrem em operação em 2018, incluindo uma unidade adicional (P-70) no campo de Lula Sul, uma no campo de Berbigão (P-69) e três no campo de Búzios (P-74, P-75 E P-76).”

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *