Datagro vê a possibilidade de o setor migrar mais para a produção de etanol em 2017

Opep reduz mais a produção de petróleo em fevereiro
14/03/2017
Exportação de petróleo do Brasil tem recorde pelo segundo mês seguido, diz Opep
14/03/2017
Mostrar tudo

Fonte: Cana Online

Dados da consultoria Datagro indicam uma ligeira recuperação da produtividade acumulada até o final da safra 2017/18 no Centro-Sul, com possível evolução ao longo do ciclo.

“Nós vamos ver um canavial no início da temporada menos produtivo do que o usual, mas na medida que a gente for caminhando em direção ao meio e ao final da safra, nós devemos observar canaviais com maior produtividade refletindo exatamente esta condição climática favorável e aplicação de tratos culturais mais adequados do que ocorreu nos dois anos anteriores”, explicou Plínio Nastari presidente da Datagro, afirmando que o rendimento agrícola médio para a região Centro-Sul deverá ser em torno de 79 toneladas por hectare. O consultor vê ainda a possibilidade de alteração do mix de produção em função da possibilidade de ocorrerem ajustes no preço dos combustíveis ao longo da safra.

“Existe essa possibilidade, pois está previsto um aumento do preço da gasolina no mercado norte- -americano no próximo verão, o que coincide com o pico da safra na região Centro-Sul. Se esses aumentos de preços na gasolina forem repassados para o preço na refinaria, isso pode criar uma condição de recuperação de competitividade do etanol em relação à gasolina, dependendo da combinação de gasolina e taxa de câmbio.

Se houver essa recuperação de competitividade e aliada a um consumo de etanol acima do patamar de 1,1 bilhão de litros por mês, poderá haver incentivo para que os produtores direcionam mais a ATR para a produção de etanol e aí poderemos ver um direcionamento desse mix mais para a produção de etanol”, concluiu.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *