Preço do petróleo sobe 52% em 2016, após amargar três anos de perdas

Fim de subsídio provocará aumento no preço do etanol
30/12/2016
PREÇO DA GASOLINA TEVE AUMENTO DE 1,74% EM DEZEMBRO, O DIESEL SUBIU 2,27%
31/12/2016
Mostrar tudo

Fonte: Folha de S. Paulo

Depois de registrar perdas nos três anos anteriores, por causa do excesso de oferta global, os preços do petróleo se recuperaram em 2016.
O petróleo tipo Brent, negociado em Londres, subiu 52% neste ano, para US$ 56,82 o barril. É a maior alta anual desde 2009, quando a commodity subiu quase 71%.
Desde então, os preços do petróleo foram perdendo fôlego. Em 2015, a queda na cotação foi de 35%; em 2014, de 48%; e em 2013, de 0,28%.
Em janeiro deste ano, a commodity ficou abaixo dos US$ 30 o barril pela primeira vez em 12 anos por causa do retorno do Irã ao mercado internacional de petróleo, após o fim de sanções impostas ao país por seu programa nuclear.
A recuperação da commodity ocorreu principalmente com sinalizações da Opep (Organização dos Países Exportadores de Petróleo) de que poderia haver um acordo para conter a produção global, o que foi sacramentado no fim de novembro deste ano.
Após um ano de negociações, o cartel fechou no mês passado seu primeiro acordo para corte de produção desde 2008. Desta forma, a Opep, que produz um terço do petróleo global, deverá reduzir a produção em cerca de 1,2 milhão de barris por dia a partir de janeiro de 2017, para 32,5 milhões de barris por dia.
Em dezembro, produtores não integrantes da Opep, liderados pela Rússia, concordaram em reduzir a produção em 558 mil barris por dia, o que fez a commodity subir quase 13% somente neste mês.
MINÉRIO DE FERRO
O minério de ferro também reagiu reagiu em 2016, depois de três anos de quedas seguidas. Favorecida pela maior demanda, a commodity entregue em Qingdao, na China, avançou 81% em 2016, para US$ 78,87 a tonelada.
A recuperação das commodities ajudou na alta das ações de Petrobras e Vale e do Ibovespa neste ano. O papel preferencial (PN) da Petrobras encerrou 2016 com ganho de 122% e o PNA da mineradora subiu 128%. Essas ações têm forte peso no Ibovespa, que avançou quase 39% no período.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *