Preços do petróleo sobem após dados econômicos positivos, mas coronavírus preocupa

Sindicombustíveis doa 1.700 aventais cirúrgicos para o Martagão Gesteira
29/06/2020
Publicados dados consolidados do setor de petróleo, gás natural e biocombustíveis em 2019
30/06/2020
Mostrar tudo

(Reuters) – Os preços do petróleo avançaram cerca de 1 dólar por barril nesta segunda-feira, na esteira de dados altistas da Ásia e da Europa, embora investidores mantenham a cautela em meio a uma nova disparada no número de casos de coronavírus ao redor do mundo.
O petróleo Brent fechou em alta de 0,69 dólar, ou 1,7%, a 41,71 dólares por barril, enquanto o petróleo dos Estados Unidos (WTI) avançou 1,21 dólar, ou 3,1%, para 39,70 dólares o barril.
A recuperação da confiança econômica na zona do euro se intensificou em junho, com melhora em todos os setores, mostraram dados da Comissão Europeia nesta segunda-feira. A confiança geral subiu a 75,7 pontos em junho, ante 67,5 pontos em maio, embora ainda fique abaixo de expectativas.
Na China, os lucros das empresas industriais avançaram pela primeira vez em seis meses em maio, sugerindo que a recuperação econômica do país está ganhando tração.
Os índices acionários dos EUA, que apresentavam alta generalizada nesta segunda-feira, também forneceram suporte aos preços do petróleo, que por vezes acompanham os mercados de ações.
Por outro lado, temores de uma segunda onda da pandemia de coronavírus estão limitando as altas do petróleo. As mortes em função da Covid-19 ultrapassaram a marca de meio milhão de pessoas no domingo, segundo contagem da Reuters. Alguns Estados norte-americanos, como Califórnia, Texas e Flórida, reimpuseram restrições após um salto no número de casos.
“Embora essas medidas localizadas não tenham, por si só, grande impacto imediato na demanda, elas ressaltam o risco significativo que a demanda por gasolina enfrenta”, disse a JBC Energy.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *