Preços do petróleo têm alta, mas dúvidas da Opep perduram

2017 será o `ano da virada´ para a Petrobras, diz Parente
05/01/2017
Aumento de combustível leva a saques e protestos no centro do México
06/01/2017
Mostrar tudo

Fonte: Jornal do Brasil

Os contratos futuros dos barris de petróleo negociados em Londres e Nova York operam em alta nesta sexta-feira (6), com os sinais de corte na produção por parte dos membros da OPEP indo de encontro com a preocupação de que outros produtores pudessem deixar de realizar as reduções planejadas na produção, destinadas a reduzir o excesso de oferta global, elevando o preço da commodity.
Os preços do petróleo caíram na véspera, após os dados do governo dos EUA mostrarem um grande aumento nos estoques de combustível, que compensaram um declínio nos estoques de WTI comercial.
No Brasil, a Petrobras reajustou o preço do diesel, que subirá 6,1% nas refinarias a partir desta sexta. O preço da gasolina será mantido inalterado. A Petrobras estima que o preço do diesel pode subir 3,8% ou cerca de R$ 0,12 por litro, em média, caso o reajuste seja repassado integralmente pelos postos de gasolina ao consumidor.
Às 9h24 (de Brasília), o petróleo WTI para fevereiro, contrato mais líquido, subia 0,80%, a US$ 54,19 o barril, na New York Mercantile Exchange (Nymex). Por volta do mesmo horário, o Brent para março registrava alta de 0,86%, a US$ 57,38 o barril, na ICE.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *