Vendas recuam em 6 das 8 atividades do varejo em janeiro ante dezembro, diz IBGE

Queda do preço de combustível leva a alta menor do IGP-M no mês
30/03/2017
Petróleo opera em baixa, com realização de lucros após altas recentes
31/03/2017
Mostrar tudo

Fonte: Agência Estado

A redução de 0,7% nas vendas do comércio varejista em janeiro ante dezembro foi causada por perdas disseminadas. Seis das oito atividades pesquisadas tiveram resultados negativos, segundo os dados da Pesquisa Mensal de Comércio divulgados nesta quinta-feira, 30, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Os recuos foram registrados por Equipamentos e materiais para escritório, informática e comunicação (-4,8%); Combustíveis e lubrificantes (-4,4%), Livros, jornais, revistas e papelarias (-1,9%); Outros artigos de uso pessoal e doméstico (-1,8%); Artigos farmacêuticos, médicos, ortopédicos, de perfumaria e cosméticos (-1,1%) e Móveis e eletrodomésticos (-0,1%).

A queda só não foi mais acentuada porque o setor de supermercados, atividade de maior peso na estrutura do varejo, teve avanço de 0,2% no período. O segmento de Tecidos, vestuário e calçados também avançou, 4,1%, influenciado pelas promoções de queima de estoques do Natal, informou o IBGE.
No varejo ampliado, que inclui as atividades de veículos e material de construção, a queda de 0,2% teve influência também do avanço de 0,3% nas vendas de Veículos e motos, partes e peças, embora Material de construção tenha registrado redução de 0,8%.

O IBGE lembrou que a partir da divulgação dos dados de janeiro, a Pesquisa Mensal de Comércio teve a base e a amostra atualizadas. “É importante atualização da amostra de tempos em tempos para dar conta da saída de informantes”, explicou Isabella Nunes, gerente da Coordenação de Serviços e Comércio do IBGE.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *