Crise reduz valor de ativos de petroleiras

Os segredos “sujos” dos veículos elétricos limpos
06/08/2020
Preços do petróleo têm maior nível em 5 meses com estoque menor nos EUA e dólar fraco
06/08/2020
Mostrar tudo

Fonte: Valor Econômico

O choque dos preços do petróleo encolheu o valor dos ativos das petroleiras em pelo menos US$ 70 bilhões no primeiro semestre. Levantamento do Valor mostra que ao menos dez grandes companhias reportaram baixas contábeis por perda no valor recuperável de seus ativos (“impairment”, na expressão em inglês) em seus balanços, após revisarem as premissas de preços da commodity para os próximos anos. A Petrobras foi a segunda empresa de petróleo que mais registrou perdas contábeis, de US$ 13,4 bilhões, atrás apenas da Shell (US$ 22,3 bilhões).
A crise atual do setor de petróleo foi desencadeada pela combinação de dois fatores: o colapso da demanda na pandemia da covid-19 e o quadro de sobreoferta da commodity, agravado pelas dificuldades de acerto entre os membros da Organização dos Países Exportadores de Petróleo e aliados (Opep+). Diante do cenário turbulento, as empresas correram para atualizar o valor justo de seus ativos, com base em novas projeções de preços para o petróleo. Embora nem todas as petroleiras adotem as mesmas normas contábeis, é consenso que os balanços das multinacionais da indústria indicam uma deterioração das perspectivas sobre a geração de caixa no futuro. Para ler esta notícia, clique aqui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *