Produção de petróleo pode chegar a 1 bilhão de barris

Aumento da produção da Opep derruba cotação
14/09/2018
BNDES quer incentivar inovação na cadeia de petróleo
14/09/2018
Mostrar tudo

Fonte: Valor Online

A produção de petróleo no Brasil deve atingir em 2018, pela primeira vez, a marca de 1 bilhão de barris no acumulado do ano, segundo projeções do Ministério de Minas e Energia. A expectativa é que o volume produzido no país cresça pelo quinto ano seguido.
A marca equivale à média diária de cerca de 2,73 milhões de barris. O número, se confirmado, representará aumento de 4,5% em relação a 2017, quando a produção nacional já havia crescido 4%, para o recorde de 957 milhões de barris (2,622 milhões de barris/dia).
A produção anual vem subindo desde 2014, puxada pelo pré-sal. Em 2017, o volume produzido na região subiu 26%, ante o recuo de 10,8% no pós-sal, segundo a Agência Nacional de Petróleo (ANP). O pré-sal já responde por 54,65% da produção nacional de óleo.
Os números da ANP mostram, ainda, que, embora a Petrobras continue sendo a responsável pela operação dos principais projetos de óleo e gás do país, há um processo de desconcentração em curso. Este ano, no acumulado até julho, as petroleiras estrangeiras e as pequenas e médias produtoras nacionais (como Queiroz Galvão, PetroRio e Dommo Energia) produziram, juntas, em média, cerca de 635 mil barris/dia de petróleo, o que representa 24,45% da produção total de petróleo do país. Em 2017, esse percentual era de 22,2%.
Segundo o secretário de petróleo, gás natural e biocombustíveis do MME, João Vicente Vieira, a produção nacional poderia ser praticamente o dobro da atual, não fosse a interrupção dos leilões entre os anos de 2008 e 2013.
“Caso não tivesse ocorrido o hiato [de cinco anos sem leilões], poderíamos estar produzindo 2 bilhões de barris”, disse Vieira, no seminário Retomada e Desafios das Novas Regras de Conteúdo Local, no Rio.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *